Quem?

Um sambista que fala Tchê, Bah! e faz boemia com churrasco e chimarrão. No bolicho ou no botequim: tendo pandeiro e violão se tira samba!

Onde?

No sul do Brasil, pelas ruas de Porto Alegre, berço de Lupicínio, Túlio Piva, Caco Velho. Terra de uma seresta peculiar: a geada fria sobre a poesia ardente.

Como?

Naturalmente, sem imitar sotaques. Chapéu de malandro, bombacha gaudéria e o gauchês carregado na poesia com orgulho e espontaneidade.
Acompanhe o desafio de gravar um repertório no estúdio em meio à pandemia.​
Chega aí
Assista aos videos das gravações, making of, entrevistas.
Saiba mais
Participe das lives e entre nessa roda. Vem fazer um samba!
Chega aí
Previous
Next

Novidades

Uncategorized

Porta magna integer tellus

Semper vitae vestibulum elementum morbi ut fermentum molestie pellentesque sapien proin in amet ipsum bibendum tellus diam, magna ornare sit tellus iaculis feugiat et id

Saiba mais »